Lógica Softwares para Indústrias
Pesquisa

30 Anos

Referência em softwares
para indústrias

Feiras Fabril System ERP Forwood ERP

Como reduzir ainda mais seu custo de produção?

16 de maio de 2018.

Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciou que o custo da produção industrial cresceu no primeiro trimestre de 2015, basicamente puxado pelo custo da energia e dos bens intermediários importados (por conta da cotação do dólar, acima dos R$3). E a tendência é de alta contínua, então…apertem os cintos!

Se apesar de todos os esforços já empregados pela equipe a diretoria continua cobrando redução de custo por todos os lados, é na manutenção dos ativos que pode estar a grande sacada. Um bom planejamento de manutenção no parque fabril é uma excelente forma de reduzir custos, porque evita riscos e prejuízos.

Veja: se máquinas e equipamentos trabalham fora dos parâmetros ideais, podem ocasionar acidentes com os funcionários, paradas não programadas e usar insumos demais, ocasionando atrasos na entrega e comprometendo a qualidade do produto final, não é?

Ainda hoje existem empresas que abrem um chamado de manutenção por meio de formulários impressos em um processo lento e, acredite se puder: até informalmente, sem qualquer controle ou acompanhamento. Nesse caso, fica muito difícil mensurar o tempo de parada e do número de ocorrências por período, para reportar melhorias no desempenho da produção, por exemplo.

Imagine uma indústria de tratores que detecta um defeito em uma ferramenta de corte no setor de usinagem. Para realizar a manutenção o chamado é aberto, mas nesse tempo a produção fica comprometida. Apesar da abertura do chamado, o chefe do setor de usinagem entra em contato direto com o líder de manutenção solicitando urgência no reparo. O responsável pela manutenção se aborrece, porque tem outras demandas em andamento e essa já é a terceira vez na semana que precisa “apagar incêndio” no mesmo setor. Essa situação soa familiar para você?

Se houvesse uma rotina de manutenção preventiva e preditiva, corrigindo possíveis falhas no desempenho das máquinas antes que elas afetassem a produção, as ações corretivas seriam pontuais e trariam menor impacto na produtividade das áreas envolvidas. Essa rotina também reduziria os custos da empresa e diminuiria o desgaste no relacionamento entre as áreas.

Existem soluções de tecnologia no mercado que ajudam a executar o Plano de Manutenção de Ativos, trazendo justamente essa organização tão fundamental em tempos de crise, com forte apelo para a redução de custos. Com a tecnologia certa é possível, inclusive, integrar o Plano de Manutenção de Ativos aos demais processos da empresa (como compras, estoque e produção), relacionando automaticamente a dependência de tarefas e os insumos necessários.

Com isso, você, como responsável pelo processo de manutenção, consegue ter uma visão mais clara e precisa dos custos, além de flexibilidade para criar indicadores gerenciais e alertas visuais em tempo real, que garantam melhor controle sobre ROI (retorno sobre o investimento).

O planejamento da manutenção de ativos vem se mostrando um grande diferencial competitivo, na medida em que possibilita a redução dos custos de produção pelo melhor gerenciamento das atividades da área.




Autor:   MKT Lógica

Voltar Ir ao Topo

Telefone