Lógica Softwares para Indústrias
Pesquisa

30 Anos

Referência em softwares
para indústrias

Fabril System ERP Forwood ERP Acesse nossas redes sociais

Copa 2010: 36% não irão liberar funcionários

26 de abril de 2010.

Levantamento realizado pela Curriculum - especializada em armazenamento e administração de currículos na internet - com 574 empresas mostrou que 36,75% delas não irão dispensar seus colaboradores para assistir às partidas, enquanto que 63,25% planejam liberar os funcionários.

Segundo o estudo, que tem o objetivo de avaliar como as empresas irão se comportar durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo, entre as companhias que  têm planos de dispensar os colaboradores, apenas 55,2% irão proporcionar alguma espécie de confraternização, sendo que 19% afirmam que ainda não pensaram se vão realizar ou não algum tipo de integração entre os colaboradores durante os jogos.

Com relação aos dois primeiros jogos, a pesquisa mostra que, dentre as companhias que irão festejar, 62,4% pretendem confraternizar com os colaboradores na própria empresa. Já 16,4% também irão comemorar juntos, mas fora do local de trabalho. Quando questionadas se pretendem patrocinar os comes e bebes, 56,9% responderam que sim e 27,1% irão patrocinar de forma parcial.

Quanto à primeira partida do Brasil, que acontece às 15h30 da terça-feira, 15 de junho, 34,6% irão dispensar seus colaboradores uma hora antes do jogo e 86,4% também o farão depois do fim da partida.

Já no terceiro jogo da seleção brasileira, que acontecerá às 11h da sexta-feira, 25 de junho, 53,1% pretendem voltar ao trabalho logo após a partida. Caso o Brasil se classifique para as quartas de final, 83,8% pretendem continuar com os mesmos padrões de comportamento mantido nos jogos anteriores.

“Fizemos esta pesquisa com o intuito de inspirar outras empresas sobre o assunto, pois esses dados podem servir como referência para aquelas que ainda não pensaram sobre o assunto”, comenta Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum.

Ainda segundo ele, os resultados também mostram como a Copa do Mundo é importante para os brasileiros. “É um evento mundial, e como o Brasil é o país do futebol, seria oportuno que as empresas utilizassem este momento como uma forma de integração e capitalizassem positivamente em cima disso, melhorando o clima organizacional ”, conclui o executivo.




Autor:   Mkt L?gica
Fonte:   Juliana Franzon

Voltar Ir ao Topo

Telefone